Como visitar as casas de Pablo Neruda

La Sebastiana: uma das casas de Pablo Neruda
La Sebastiana: a casa fica no alto de uma ladeira em Valparaíso, de onde se tem uma vista para o Oceano Pacífico

As casas de Pablo Neruda são um dos pontos turísticos mais visitados do Chile mesmo para aqueles que, como eu, conhecem pouco da obra do poeta. Ao todo são três residências localizadas em Santiago, Valparaíso e El Quisco. Seja na forma das casas ou em detalhes, como as janelas da La Chascona que mais parecem escotilhas, é perceptível a paixão de Neruda pelo mar.

A visitação às três casas de Pablo Neruda acontece de terça a domingo, das 10 h às 18 h. Nos meses de janeiro e fevereiro, o horário é estendido: das 10 h às 19 h. Valor do ingresso: 7 mil pesos chilenos (R$ 40). Os três locais oferecem aos visitantes folheteria e áudios-guias em vários idiomas, inclusive o português.

La Chascona – Santiago

A casa localizada no bairro Bellavista, perto do Cerro San Cristóbal, foi o último lar de Neruda e de Matilde Urrutía, la chascona (descabelada, em espanhol). A casa erguida em homenagem aos cabelos revoltos de sua mulher foi sua última morada e hoje abriga obras de arte, entre pinturas e esculturas. A melhor forma de chegar ao local é de metrô pelas linhas 1/ vermelha e 5/ verde, descendo na estação Baquedano. De lá, basta caminhar 1 km até a residência. Após a visita, vale uma esticadinha até o Cerro San Cristóbal, onde é possível passear no zoológico ou subir de funicular para apreciar uma das vistas mais bonitas de Santiago.

La Chascona, em Santiago

La Sebastiana – Valparaíso

A casa foi comprada em sociedade com um casal amigo de Neruda, que ficou com os dois primeiros andares enquanto o poeta preferiu o terceiro e quarto andares de onde ele podia avistar o Oceano Pacífico. Ao contrário de La Chascona, não é fácil chegar na La Sebastiana. A casa está localizada no alto de uma ladeira e não vale a pena encará-la a pé. A melhor opção é pegar um táxi ou colectivo (carro com corrida compartilhada com outras pessoas).

Isla Negra – El Quisco

Distante 115 km de Santiago e 75 km de Valparaíso, a casa fica numa colônia de pescadores em El Quisco e abriga boa parte do acervo do poeta. Acervo esse que divide espaço com mais de 3 mil objetos que Neruda colecionou durante toda a vida. Nessa casa, o poeta e sua mulher Matilde foram enterrados. Se o tempo estiver firme, vale a pena caminhar na praia. É possível visitar a casa por conta própria, seja de carro ou de ônibus, ou em tour privados que combinam com vinícolas do Vale de Casablanca.

Leia mais sobre o Chile:

Chile: informações gerais

O que fazer no centro histórico de Santiago

Anúncios

Deixe uma resposta