Termas de Puritama e Tour Astronômico no Atacama

O Tour Astronômico é um passeio contemplativo no Atacama
Céu do Deserto do Atacama: um espetáculo protagonizado pelas estrelas

Caso você ainda esteja sentindo os efeitos da altitude do Atacama, uma opção é Termas de Puritama. Ao todo, são oito piscinas quentinhas, com águas em torno de 30o, a 3.500 metros de altitude. Elas ficam em uma propriedade privada no meio de um cânion, cercado de montanhas. Têm boa infraestrutura com vestiários, banheiros, mesas para refeições e passarelas de madeira que facilitam o acesso às termas.

O local fica perto de São Pedro e você pode ir por conta própria ou contratar um transfer (15 mil CLP/ R$ 88,50). O passeio às Termas de Puritama pode ser feito tanto de manhã quanto de tarde. A vantagem de ir cedo é que você poderá ter as termas só para você, pois é mais tranquila. Mas prepare-se para pagar mais caro por isso. Pela manhã e nos finais de semana, o ingresso custa 15 mil CLP/ R$ 88,50. Já à tarde ele sai por 9 mil CLP/ R$ 53,50.

Vista área das Termas de Puritama
A ordem é relaxar nas Termas de Puritama

Salar de Atacama

O Salar de Atacama é outra opção com altitudes medianas para o padrão da região: 2.300 metros. Distribuído em uma área de 3 mil km2, é o terceiro maior salar do mundo, ficando atrás apenas do Salar de Uyuni (Bolívia) e Salinas Grandes (Argentina). Caso você opte em fazer a casadinha Atacama/ Salar de Uyuni, sugiro visitá-lo antes de conhecer o seu vizinho boliviano porque a concorrência é desleal.

O Salar de Atacama faz parte da Reserva Nacional Los Flamencos, onde se paga um ingresso de 2.500 CLP/ R$ 15. É um passeio versátil que pode ser feito de maneira isolada ou combinado com a Laguna Cejar/ Ojos del Salar/ Laguna Tebinquiche ou Lagunas Altiplânicas.

Três espécies de flamingos habitam no Salar de Atacama

Tour astronômico

O Deserto do Atacama é um dos melhores pontos de observação das estrelas do mundo em função das suas características geográficas e climáticas. Mas não pense que todas as noites são perfeitas para um tour astronômico. Ao contrário do que pode parecer, a lua cheia não ajuda em nada na observação. E por isso mesmo é fundamental checar o calendário lunar para o passeio não virar uma furada.

Também não é possível reservar o passeio com antecedência porque ele depende das condições meteorológicas. A dica é tentar fazê-lo logo nas primeiras noites, pois, caso o clima não ajude, você ainda poderá tentar nas noites seguintes.

O tour dura, aproximadamente, duas horas e custa em média 20 mil CLP/ R$ 119. No verão, o passeio sai às 21 h enquanto no inverno às 19 h, com destino a um centro de observação no deserto. A primeira parte do passeio é uma aula de astronomia, com informações sobre planetas, galáxias, estrelas etc.

Após a parte teórica, o grupo vai para o lado externo do centro observar o céu com o auxílio de telescópios. Ao final, todos voltam para o interior do centro para tomar chocolate quente e tirar dúvidas com o astrônomo.

Leia mais sobre o Deserto do Atacama:

Gêiser del Tatio e Lagunas Altiplânicas

Valle de la Luna no Deserto do Atacama

Onde ficar em San Pedro de Atacama

Deserto do Atacama: quando ir e como chegar

Anúncios

Deixe uma resposta