Parque Nacional da Serra da Capivara

Imagem panorâmica da Pedra Furada, um dos cartões postais do parque
Pedra Furada: um dos cartões postais do parque

O Parque Nacional da Serra da Capivara é considerado pela Unesco patrimônio mundial em virtude do conjunto de mais de 30 mil pinturas rupestres. Durante as escavações foram encontrados vestígios (armas, utensílios, cerâmicas, sepulturas, gravuras e pinturas) e fósseis da presença do homem de 58 mil anos atrás. O parque abrange os municípios de São Raimundo Nonato, João Costa, Brejo do Piauí e Coronel José Dias.

Pintura rupestre de uma capivara, animal símbolo do parque
Imagem símbolo do parque

O parque concentra o maior acervo de pinturas rupestres ao ar livre do mundo. São milhares de imagens de animais, caça, sexo e outros temas do cotidiano do homem pré-histórico. Dos 204 sítios arqueológicos abertos à visitação, 17 são acessíveis a pessoas com deficiência. A visitação só é permitida se acompanhada de condutores cadastrados no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Recomendamos o guia e professor de geografia, Wilk Amorim (+5589 98130.0291). Mais do que um condutor, ele é um defensor do parque. Sempre atento, segue à frente do grupo, não hesitando em chamar a atenção do visitante que ousa tomar a dianteira da trilha ou mesmo numa brincadeira diz que vai levar uma pedra como lembrança.

Imagem panorâmica da vegetação do Parque da Serra da Capivara
A vegetação verdinha é sinal da estação chuvosa: o inverno

O parque

Cravado no semi-árido nordestino, o parque é o habitat natural da fauna e flora da caatinga. É possível visitá-lo durante o ano todo embora a paisagem mude a depender da época. Para nós nordestinos, só existem duas estações: inverno (chuvas) e verão (seca). A estação chuvosa, que corresponde aos seis primeiros meses do ano, deixa a paisagem verde, o que ameniza um pouco o calorão da região. De agosto a dezembro, a vegetação muda drasticamente com a queda das folhas, deixando as formações rochosas mais evidentes e as temperaturas mais elevadas. Aproveito a deixa para dar algumas dicas de sobrevivência.

  • Levar e beber muita água
  • Usar roupas e sapatos leves e confortáveis
  • Aplicar e reaplicar o protetor solar

Além da visitação aos sítios arqueológicos, existem outras coisas para fazer no parque. Exemplos disso são o trekking, cicloturismo e observação de pássaros.

Horário de funcionamento: das 6h às 18h

Ingresso: entrada gratuita

Como chegar na Serra da Capivara

De avião, os dois principais portões de entrada são Teresina (PI) e Petrolina (PE). Chegando na capital piauiense, você pode encarar os 534 km até São Raimundo Nonato, cidade usada como base para visitar o parque, de carro ou de ônibus. De Teresina partem diariamente ônibus operados pelas empresas Expresso Princesa do Sul e Transpiauí. O preço da passagem/ trecho é de R$ 100,00. Caso você opte em ir de carro, pegue a saída para a BR-316 e siga até o município de Floriano, onde você pega a PI-140 até São Raimundo Nonato. São quase 7h de viagem, mas as estradas estão em bom estado de conservação.

Imagem do google maps mostrando o trajeto de carro de Teresina até São Raimundo Nonato
Trajeto Teresina-São Raimundo Nonato

Saindo de Petrolina, cidade do sertão pernambucano, existem duas opções: via Remanso e via Afrânio. Embora a primeira opção seja 95 km mais perto, a relação custo-benefício não vale a pena por causa do péssimo estado de conservação da estrada. É mais seguro escolher a segunda opção. Os 399 km do trajeto são percorridos em 5h30min. De Petrolina, siga até o município de Afrânio pela BR-407. Logo depois do posto fiscal da cidade, tem uma placa indicando o distrito de Queimada Nova. É só seguir nessa direção até chegar a São João do Piauí, onde aparecerão as placas indicativas para São Raimundo Nonato. Pode soar estranho lendo dessa forma, mas não tem errada.

Imagem do google maps mostrando o trajeto de Petrolina até São Raimundo Nonato via Afrânio
Trajeto Petrolina-São Raimundo Nonato via Afrânio

É preciso estar atento aos animais na estrada e abastecer o carro sempre que possível porque os postos de combustível são poucos na região. A viagem Petrolina/ São Raimundo Nonato também pode ser feita de ônibus. Diariamente, ônibus da empresa Gontijo fazem o trajeto e a passagem/ trecho custa R$ 78.

Aeroporto

Algumas pessoas me perguntam sobre o funcionamento do aeroporto de São Raimundo Nonato, inaugurado em 2015 como uma promessa para atrair mais visitantes ao parque. Ele chegou a ter voos regulares em 2016, mas atualmente só recebe voos particulares. No ano passado, o Governo do Estado declarou que está retomando as negociações para a volta dos voos regulares. Vamos acompanhar e ficar na torcida porque isso aumentaria significativamente o número de turistas, o que, consequentemente, geraria emprego e renda para a região.

Hospedagem

Não existem hotéis ou pousadas dentro do parque, tampouco é permitido acampar no local. No município de Coronel Dias, existem algumas pousadas e uma área para camping. No entanto, as melhores opções ficam em São Raimundo Nonato. Eu fiquei hospedada no Hotel Bella Vista, local simples, limpo, bem localizado e com café da manhã razoável. A diária para o casal é R$ 140. Dei uma olhada no Airbnb e fiquei feliz em saber que existem algumas opções de hospedagem pela plataforma.

Leia mais sobre a Serra da Capivara:

Museus que contam a história da Serra da Capivara

Roteiro de 2 dias na Serra da Capivara

Anúncios

Deixe uma resposta